Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2015

C’EST À QUI LE TOUR?

18 heures et voilà le dernier train qui passe destination Le Bourget, puisque l’enceinte será bouclé dès ce soir pour la conférence sur le climat. Les gens font la queue derrière les guichets pourtant fermés. Jean a son billet, Il l’introduit dans la machine, le prend de l’autre côté et cherche l’entrée du Thalys. Aussitôt monté, il déplie le Star de la Fin du Monde et jette un coup d’oeil sur la une: “Série d’attaques suicides à Paris. Assaillants confondus avec des saucisses et servi au ménu d’un resto gastronomique”.             “Mourir, ça leur donne la chair de poule”, pense-t-il. “Au four avec les cinglés!”. En effet, la page cuisine du Star affiche une recette de piton aux patates, ce à quoi Jean n’aurait jamais pensé!             “Au lieu de proposer du caviar aux herbes fines, ces faux chefs – car Il n’y a rien de vrai dans cette histoire – nous dupent avec ses recettes extraites du confessionnel de Daech!”             Pas d’âme vivante dans le train... Mais, si!, …

FRANGO À MATUTINA

Nossa balada começou em Belo Horizonte, em um sábado de manhã, munidos de pouca bagagem e muito expectativa, dois casais num Volkswagen gol mal alinhado que entrava nas curvas de banda como um burro queixudo. Nosso destino era Serra do Salitre e, depois, Matutina, na região do Alto Paranaíba, na marquem esquerda do São Francisco. A alegria imperava, ainda que houvesse um certo suspense com relação à ceia de casamento, para a qual eles tinham sido convidados e nós éramos penetras. O Jay, autor da façanha de transformar o convite para dois em um convite para quatro, criava a maior expectativa:  
- Elvis é um verdadeiro gentleman – ele elogiava o anfitrião -, vai nos brincar com um banquete! - Um churrasco já basta, respondi, se tiver uísque e cerveja. - E festa também! comentaram as mulheres. - Mas é claro que vai ter tudo isso! – e só coisa boa, assegurou Jay. Dispensamos o almoço na estrada e optamos por um lanche rápido, mas aproveitamos a parada para comprar algumas maçãs. Chegamos ao fin…

VÔ & NETINHO

Não se trata de uma nova dupla caipira, mas sim dos próprios, os inomináveis, harmonicamente divergentes e radicalmente concordes, deslocados deste mundo como peixes na areia do deserto. No café da manhã, e mesmo antes:             - Filho, café!             - Já vou!             - Por que ligou esse tablet? Vem logo!             Cinco minutos depois:             - Filho, já falei dez vezes! Vem tomar café!             - Dois minutinhos...             - Agora!             E o vô:             - Seu Leimar, o café está pronto!             - Hã?!...             - Café da manhã!             - Tô no banheiro lavando as mãos.             - Isso aí é o vaso!             - Hã?!...             Cinco minutos depois:             - Seu Leimar, vem tomar café!             - Tô esperando.             - Na garagem?             - Hã?!...             Por um feliz acaso, avô, neto e pais se encontram à mesa:             - “Põi” (= pai), sabia que zerei o Don’t Starve?             - Zerou?             - Zerei. Tinh…

Y LAS CHICAS SE VAN

A Pantaleón le gustan las mujeres de sonrisa furtiva e ideas matemáticas, como no hay muchas cerca de aquí. Le dijo su amigo Condorcito:             - Las chicas, hay que saber mirarlas.             - Tú hablas como si fuera profesional.             - Soy amante de las formas, plasticidad y delirio.               - A mí me basta la imaginación.             - Es modesto, por cierto.             - Y un poco casto también.
          Pero Condorcito no juega la toalla:             - Mira, Pantaleón, hay una fiesta en el Country Club el próximo viernes. Alicia, Rubia y  Fausta van a estar sin duda.
           - ¿Alicia, Rubia y  Fausta?
           - Sí, hombre, "las tres"...             - No sé... no las conozco - y las mujeres...               - A las chichas les gusta la buena charla.             - Las casadas y las solteras?           - No te pierdas en la imaginación, Panta. Rubia es viuda, Fausta está soltera trás dos casamientos fracasados y Alicia busca un nuevo compañero…

INDEPENDÊNCIA DE MORTE!

Quase véspera do dia 7 de setembro, a fessora Juliana perguntou à turma do 5º ano:
- Por que segunda-feira que vem é feriado? Juquinha levantou a mão: - É porque meu pai disse que temos que ir no sítio da vovó fazer um churrasco e eu vou montar a cavalo e ir passear no córrego... - Buuuuu! Nerd apelão! - Gabriel, o que comemoramos em 7 de setembro? Gabrielzinho ficou no aperto, tinham-se passado duas semanas da prova e ele agora confundia as datas. Arriscou com um fio de voz: - Proclamação da República? - Quá! Quá! Quá!... - Silêncio! tia Juliana começou a ficar inquieta. Alguém conversou com os pais a respeito? Ivan, o terrível, se apresentou: - Falei com minha mãe, ela disse que não podemos comemorar nada ainda porque temos que economizar para a viagem à Disney no mês do Halloween... - Uá! Uá! Vai virar o Wizard do Don’t Starve! Por essas e outras, as antigas celebrações cívicas perderam lustro e prestígio e hoje estão confinadas ao cercado da Dilma em Brasília. Com uma ou duas exceções, como a …

50 ANOS DE BUDISMO NO VALE DO AÇO, MG

Ipatinga e região viveu neste 22 de agosto de 2015 um dia histórico com a Convenção Cultural em comemoração aos  50 anos da implantação do Budismo de Nitiren Daishonin no Vale do Aço. O evento é tanto mais significativo porque se confunde com a própria história da cidade, pois foi através da siderúrgica Usiminas, criada em outubro de 1962, que os primeiros japoneses se instalaram no que à época era uma vila pertencente ao município vizinho de Coronel Fabriciano, vindos sobretudo dos estados de São Paulo e Paraná. Com os imigrantes vieram os hábitos e a cultura, com destaque para a culinária e artes como a ikebana, o origami e a caligrafia, além da filosofia grandiosa do Budismo. 
            Muitos tinham se convertido ainda no Japão, outros se converteram após chegarem ao Brasil, graças ao impulso propagador do pós-guerra promovido pela Soka Gakkai, no movimento chamado Kossen-rufu.


































KOSSEN-RUFU E DESENVOLVIMENTO DE VALORES HUMANOS

          Kossen-rufu significa ampla propag…