quarta-feira, 24 de agosto de 2016

LATE NIGHT CLUB


 
(Foto: 98bowery.com)
            Texto de Fausta para Alícia:
            “Late Night Club, ½ noite, checar ZIP, vxt lgda”.
            Reply de Alícia:
            “Ok. ZIP in, KK Pablo - lgda?”
            Pablo, o cientista, brincando de sapo em ninho de cobras.
            Fausta mexe no bolso da cazadora:
            “Lgda, vou v, + sem ZIP out – necas!”
            ZIP é zero impact poison, veneno letal, gíria.
            ZIPs em todos os campos magnéticos, resistem ao ataque das maquininhas autogeridas com gosto de anis, punk drones, prontas para serem comidas antes que explodam!
             Late Night Club, ½ noite, Fausta tira do bolso o Ca(CIO)2, hipoclorito de cálcio, que não se toma – não se toma, entende? –, a menos que se deseje uma morte lenta e horrível, como a do King Kong, mas esta foi proposital.
            Hot pants, meias 7/8, cazadora, vestida para matar, Fausta; na pista de dança, funk, rap e o King Kong!
            “Tutti-tutti-tutti!”, o Smart. Alícia de novo:
            “ZIP out, ok, vxt lgda. Chg já.”
            “ZIP in, ok tbm. Vxt lgda”
            “15W, King Kong!”
            “King o quê?”
Vestido com estampa batik, botas ametista, óculos idem, essência de CH2 – CH – CH2, eugenol, clou de girofle, trança anos 70, Alícia alicia.
            Mesas de fórmica(!) compradas na IKEA, tamboretes de plástico, quatro, cinco, seis em redor de cada mesa, todos ocupados, assim como o espaço entre as mesas, a jukebox, o balcão de vidro décor,  com drinks, smarts, bocadillos em cima, cinzeiros não, é proibido há séculos, aqui não se fuma – não se fuma, entende? -, vá procurar um Garrastazu longe dos olhares curiosos – “Aquela escadinha que dá para o sótão, está vendo?”, mas beber pode, por favor!
            - E o gorila, quem é?
            - Kkkkk! O macaco?
            Spots, neons neolíticos, filadesarmônica atrás do King Kong, texto:
            “Gorila = Pablo, fui!”
            “ZIP in no bolso, ok.”
            E essa banda cafona nas telas de led?

We do the King Kong song, gotta sing along
Can't you hear the beating of the monkey tom-tom!”

            No Garrastazu do sótão, fumaça de gelo picado, Fausta,  Pablo = 45E, Alícia, misto-quente, sanduíche de gente.
           
            “Listen to the rhythm of the King Kong song!”
             
            45E = 15W, usando, apenas, o centro do mundo, Pablo decifra o enigma:
            “½ noite = Fausta/Alícia, ZIP in = a fórmula Ca(CIO)2 do hipoclorito de cálcio para matar bactérias, fungos e afins que o macaco ingeriu; ZIP out = CH2 – CH – CH2 = eugenol, clou de girofle do perfume Le Nombre d’or – Vanille de Mona di Orio de Fausta e Alícia; 45E leste, 15W oeste, os opostos se encontram; King Kong song = ABBA.”
©
Abrão Brito Lacerda
19 08 16







            

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostaria de deixar um comentário?