terça-feira, 5 de abril de 2016

VELHA DEMAIS PARA MORRER!


(Imagem: ozzienews.com)

            Os velhinhos andam impossíveis, minha vizinha, a Dona Clotildes, saiu da bengala para a moto e minha avô anda querendo fazer o mesmo. A menos que elas tenham perdido o juízo, isso não é coisa para senhoras de respeito.
            O Clube de Mototrilha da Terceira Idade é uma insensatez que filhos e netos deveriam coibir. Vovôs não têm mais reflexos para subir uma trilha escorregadia ou atravessar uma ponte feita de um único tronco de árvore. Mas é isso o que anda acontecendo.
            No intuito de demover minha avó dessa ideia tresloucada, fui entrevistar a Dona Clotildes e seu piloto, o Seu Eudésio, outro ancião que não anda batendo bem da bola:
            - Por que resolveram aderir ao clube de motocross da terceira idade?
            - Fui chamado para um teste drive – respondeu seu Eudésio. - Eu tinha que subir uma rampa pilotando uma moto de 200 cilindradas.
            - O senhor já sabia pilotar antes?
            - Tomei algumas aulas com meu netinho Lucas na motinha elétrica dele, é a mesma coisa, basta acelerar e frear.
            - Mas, nas motos de verdade, tem que passar marcha também!
            - É fácil, você pisa na embreagem e mexe a mão, sempre sai alguma marcha. O importante é que não tem marcha a ré, você nunca erra, sempre passa alguma marcha!
            - E o senhor conseguiu passar no teste drive?
            - Claro, já passei dos 80 anos. No teste drive você não precisa subir a rampa de verdade, basta sair vivo!
            - Então é um teste drive para provar que não vai morrer?
            - Esse é o único critério exigido para ser membros do clube, além, é claro, de ter a moto.
            - E como o senhor conseguiu uma?
            - Comprei à prestação, para ser deduzida da aposentadoria durante 96 meses.
            - Isso dá oito anos!
            - Exatamente! É muito mais tempo do que espero viver.
            - Ainda assim, é uma maluquice!
            - Não é não, tem uma vantagem incrível: já vem com atestado de óbito, em caso de necessidade, basta preencher.
            Foi demais pra minha cabeça, apelei pra Dona Clotildes:
            - A senhora pelo menos consultou o médico?
            - Foi ele quem me recomendou exercícios e atividades ao ar livre.
            - Mas andar na garupa de uma moto é muito perigoso. A senhora pode... morrer!
            - Quá! Quá! Quá! Já passei dos noventa anos. Se o Eudésio, que é dez anos mais novo do que eu, pode, por que eu também não posso?
            - Como a senhora consegue subir na moto, se usa muleta?
            - Inventamos a manobra do balanço, eu sento, meus netos me embalam e, quando ganho altura suficiente, pulo na garupa da moto!
            - A senhora pula do balanço na garupa da moto?
            - Mas não conte pra Todinha, ela está tentando aprender há duas semanas e ainda não conseguiu...
            Que situação! Minha querida vó Todinha quer acompanhar esse bando de caducos no próximo fim de semana e a família, que já tentou de tudo, me pediu pra levá-la pra escolher um capacete. Preciso dissuadi-la. Se não agir rápido, corro o risco de virar motorista de ambulância.
            Com toda a delicadeza, procurei explicar-lhe o perigo:
            - Vó, a senhora usa remédios controlados, tem pressão alta...
            - Assim é melhor, nem preciso de adrenalina, já tenho pressão acima do normal.
            - E se a senhora não aguentar?
            - Não sou de me entregar fácil, aguento três noras há mais de vinte anos...
            - Mas, para isso, terá que subir na moto e sua perna direita tá dura, como vai fazer?
            Vó Todinha levou a mão à fronte como quem diz “Como esse molenga vai fazer para chegar a minha idade?”
            - Já pensei em tudo, vou escorregar no corrimão e cair em cima da moto!
            - E como vai subir no corrimão?
            Pacientemente, ela apontou o dedinho esclerosado para o teto, onde uma roldana novinha em folha estava pronta para uso.
            - Tá bem, vó. Qual vai ser a cor do capacete?
©
Abrão Brito Lacerda
03 04 16

(Imagem: pinterest.com)

           





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostaria de deixar um comentário?